top of page
Buscar

Esclerose Múltipla: Sintomas e Tratamentos

A esclerose múltipla (EM) é uma doença inflamatória crônica do sistema nervoso central que afeta o cérebro e a medula espinhal e se caracteriza por destruição, mediada pelo sistema imunológico, da mielina, responsável pela transmissão eficiente dos impulsos nervosos. Dessa forma, sua deterioração pode levar a uma variedade de sintomas e complicações.

 

Segundo a atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) da Esclerose Múltipla do Ministério da Saúde, a evolução da doença, a gravidade e os sintomas não são uniformes, ou seja, variam individualmente. Em alguns casos, a condição pode levar a manifestações mais graves, afetando a capacidade de andar, o equilíbrio e até mesmo as funções cognitivas.


Sintomas e progressão


Os principais sintomas relacionados à EM são fadiga, fraqueza ou espasmos musculares, alterações sensitivas dos membros, dificuldade de locomoção, distúrbios visuais, disfunção da bexiga ou do intestino, problemas de equilíbrio e coordenação, alterações cognitivas, entre outros. 

 

A progressão da doença ao longo do tempo varia de indivíduo para indivíduo e, de acordo com esse aspecto, a EM pode se apresentar nas formas recorrente-remitente, a mais comum, secundariamente progressiva ou primariamente progressiva.

 

O diagnóstico precoce e o seguimento adequado e contínuo do quadro são importantes para o tratamento e melhora da qualidade de vida do indivíduo.


Tratamentos e terapias modificadoras


O tratamento da EM deve ser sempre individualizado e visa controlar os sintomas e retardar a progressão da doença.

 

As terapias modificadoras da doença (TMDs) têm se mostrado eficazes nesse aspecto, reduzindo a frequência e a gravidade dos surtos e podem incluir tanto medicamentos administrados por via subcutânea e intramuscular, como por via oral ou infusões intravenosas.

 

Os anticorpos monoclonais, como o natalizumabe e o ocrelizumabe são um dos tipos de medicamentos incluídos nessa categoria e atuam modulando ou suprimindo o sistema imunológico, reduzindo a inflamação e o dano ao sistema nervoso central. 

 

Se o seu médico já prescreveu alguma medicação para o tratamento da EM que deve ser aplicada em um Centro de Infusão, conte com o Centro de Infusões do Hospital Saha, um centro de tratamento de doenças certificado como Acreditado pela ONA – Organização Nacional de Acreditação e que se preocupa com a segurança e qualidade no atendimento ao paciente. Clique e saiba mais.

 

Além das TMDs, o tratamento da EM pode requerer outros tipos de medicação. Ademais, a abordagem multidisciplinar é importante, incluindo fisioterapia, terapia ocupacional, entre outras especialidades.


Viver com EM e suporte disponível


A adaptação a uma vida com EM envolve desafios físicos e emocionais.

 

O suporte de profissionais de saúde, os grupos de apoio e as associações são fundamentais para os pacientes e suas famílias. Informar-se sobre a doença, participar de programas de reabilitação e adotar um estilo de vida saudável são passos importantes para gerir os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

 

O Hospital Saha oferece um programa de suporte multidisciplinar para pacientes com EM, proporcionando acesso a tratamentos de ponta e a uma comunidade de suporte acolhedora.

 

 

3 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page